Histórico do Hospital

Por Dr. Dirceu Mauch

         Há doze anos, em 31 de março de 2000, foi inaugurado o Hospital Unimed Vale do Caí. Sem dúvida, um ato de pioneirismo e de ousadia: éramos a primeira Unimed do Rio Grande do Sul a inaugurar um Hospital próprio.
O que aconteceu desde então, o que representou e representa o Hospital para a própria Unimed, para o Município e para a região, pode ser facilmente constatado por qualquer observador medianamente atento.

         A decisão de construir o Hospital só foi possível pela união e pela firmeza de propósitos dos médicos cooperados de então. Por muito tempo abriram mão de parte de seus honorários profissionais e colocaram recursos sob a forma de cotas voluntárias de empréstimos. E, para a obtenção de empréstimos junto a órgãos oficiais de financiamento como o BRDE, sem contar todas as rigorosas exigências de comprovação de viabilidade técnica e econômica e garantias diversas, não vacilaram em colocar imóveis pessoais, de valores elevados, em garantia do valor a ser financiado.

         Finalmente, em 31 de março de 2000 o Hospital foi inaugurado e entregue à comunidade regional. Concepção arquitetônica horizontal, moderna, agradável, cercado de jardins, procurando minimizar o impacto desfavorável que uma internação hospitalar sempre causa. Desde então sofreu ampliação em sua capacidade de internação e novos serviços foram agregados, como UTI neonatal, Serviço de Quimioterapia, entre outros.

         Mas um Hospital hoje não se faz apenas com instalações confortáveis e de aspecto acolhedor. São necessários equipamentos de alta tecnologia, agregação de novos serviços e linhas de atendimento, rotinas e processos constantemente monitorados e modernizados, mas acima de tudo, a busca de um atendimento humanizado, sem o que tudo o mais não faz sentido. Para isso, há que haver um quadro funcional bem selecionado, motivado e permanentemente treinado. São mais de 500 pessoas, entre médicos e colaboradores.

         Um Hospital, finalmente, não pode preocupar-se apenas com a saúde das pessoas. Deve também ter uma forte preocupação com a saúde ambiental: uma moderna usina própria de tratamento dos resíduos hospitalares e a reciclagem de água são exemplos práticos desta postura.

         Esse é o resumo de uma história que orgulha os que dela participaram, qualquer que tenha sido a etapa e que está a serviço de Montenegro e de toda a região.

 

 

PEDRA FUNDAMENTAL

         A pedra fundamental do Hospital Unimed Vale do Caí foi lançada em 21 de junho de 1997. A iniciativa deste marco surgiu em reuniões da Diretoria e da Comissão de Obras do Hospital, formada por um grupo de colegas que era responsável pelo acompanhamento de todas as etapas da construção do Hospital.

          Sob a pedra foi colocada uma urna hermeticamente vedada, contendo os jornais do dia, recortes de reportagens sobre o futuro Hospital, exemplares da moeda vigente na época, a ata da solenidade que também foi lida no dia, além de uma relação dos médicos cooperados. Esta urna nunca foi aberta. A data de abertura será na comemoração do Jubileu de Prata do lançamento da pedra fundamental, em 21 de junho de 2022.

          A importância deste marco para a cooperativa e para seus médicos é o início da materialização do que então era apenas um sonho - o nosso Hospital. Na ocasião, o aterro já estava pronto e, logo a seguir, foram iniciadas as fundações. A inscrição no bronze fixado à pedra traduz a meta a que os médicos da Unimed se propunham. Está escrito: "O projeto deste Hospital é fruto da coragem, do sonho e da fé dos médicos cooperados da Unimed Vale do Caí, dedicado à comunidade da região, razão maior da sua existência".


CONSTRUÇÃO E INAUGURAÇÃO DO HOSPITAL UNIMED VALE DO CAÍ